sábado, 15 de julho de 2017

O Rio de Janeiro continua lindo

Eu sei que o título desse post não foi de muita criatividade de minha parte, mas confesso a vocês que foi uma das primeiras coisas que vieram a minha mente no momento que encontrei essa foto salva aqui no meu computador. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
Tudo nessa vida tem os seus prós e contras. Muitas vezes quando nós olhamos para uma determinada situação, coisa ou lugar, infelizmente acabamos tendo uma percepção muito maior de seus defeitos do que de suas qualidades. Pois bem, por muitas vezes é necessário que tenhamos um olhar um pouco mais otimista para as situações que aparecem em nossa vida de modo que tenhamos um pouco mais de facilidade para driblar os problemas que possam aparecer. A foto que integra o post de hoje vem de um lugar que, assim como qualquer outro tem alguns problemas, mas com certeza tem a beleza como uma de suas maiores qualidades.
A foto que vocês veem ao final do post foi baixada por mim numa pesquisa que fiz no Google há alguns dias. Nela, vocês veem um flash do Rio de Janeiro, cuja paisagem é simplesmente impossível de não reconhecer. Na avenida aparecem alguns Fusquinhas e pela época deles, aparentemente a foto foi tirada no início dos anos 70, visto que já há um Fuscão vermelho montana no canto direito da foto. Além disso, um Opala e um belo Fusca dos anos 60 estão bem aparentes.
Veja:


4 comentários:

  1. Numa época em que o Rio de Janeiro não era como hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. É uma grande pena que exista nos dias de hoje essa grande onda de violência por lá.

      Excluir
    2. O problema é que o Rio é mais Brasil que o resto do Brasil, dai vem os problemas...

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!