sexta-feira, 19 de maio de 2017

Fusca 1980 do Osvaldo: Um flagra de alguns anos

Hoje eu resolvi dar uma olhada em algumas pastas que estavam no HD externo "esquecidas" há muito tempo. Nessa brincadeira, eu acabei encontrando as fotos desse Fusquinha que, mesmo após algumas décadas, está firme e forte cumprindo a proposta de carro do dia a dia com tranquilidade. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar. 
Existem algumas coisas na vida que simplesmente me encantam. Geralmente, a grande maioria delas é proveniente da ironia (no melhor sentido possível da palavra) do destino. O carro a ser mostrado hoje além de ser uma contribuição especial e que já fez aniversário algumas vezes traz novamente a palavra diversidade ao universo do antigomobilismo. Por pura coincidência, ontem eu tive o privilégio de postar um Fusca 1980 German Look acompanhado de um relato muito bacana de seu proprietário quanto ao carro e também sobre a sua brilhante história no meio do antigomobilismo. Hoje eu trago um outro Fusca que coincidentemente é do mesmo ano, mas com uma proposta muito diferente que divide lugar juntamente com esse German Look e com todos os estilos presentes nos Volkswagen a ar.
Pelo tempo que essas fotos já tem e por eu dizer que esta contribuição é especial, vocês já devem saber quem fotografou esse simpático Fusquinha, mas quando as coisas são boas, enfatizá-las nunca é demais. Essas fotos foram tiradas pelo meu pai em 2011. Nelas, aparece um Fusquinha 1980 muito simpático que pertence ao Sr. Osvaldo. Há mais ou menos 6 anos atrás meu pai estava passando por um posto de gasolina na cidade de Buri, no interior de São Paulo, que inclusive é sua terra natal. Nessa ocasião, ele viu esse Fusquinha prestes a fazer uma troca de óleo (como vocês podem ver nas fotos) e perguntou ao seu proprietário, Sr. Osvaldo, se poderia fotografá-lo. O proprietário do besouro, muito solícito permitiu as fotos que haviam sido postadas no blog que tive no passado e, com muita alegria, as posto aqui nessa sexta feira. Como vocês podem notar, esse é um Fusquinha que retrata a realidade da grande maioria dos Fuscas no Brasil, carros que andam todos os dias levando seus donos a todos os lugares com mínima manutenção possível. Este Fusquinha, assim como o 1975 do Sr. João que postei há algumas semanas, é um carro que encara frequentemente estradas de terra e locais de difícil acesso sem "pestanejar" diante dos obstáculos. Esta é mais uma prova do quão durável um Fusca pode ser com as manutenções básicas e os ajustes objetivos conforme a necessidade do dono.
Quero agradecer mais uma vez ao meu pai pela parceria de hoje e sempre!
Veja:





15 comentários:

  1. Os Fuscas que eu gosto são desse tipo, nem tão novo para ser considerado carro de coleção e nem tão descaracterizado a ponto de ser considerado um "pau velho", coisa que aliás, esse Fusca do post está longe de ser.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, para os lugares onde esse carro anda ele está muito inteiro. Esses Fuscas dos anos 70 em diante contam com algumas melhorias bem interessantes. Ainda que os meus modelos preferidos sejam dos anos 60, muitas melhorias vindas nas décadas seguintes fizeram do Fusquinha um carro bem mais acertado.

      Excluir
    2. Isso graças ao fato de o Fusca ter sido projetado para guerra e andar em terrenos difíceis.

      Excluir
    3. Difícil fazerem um no naipe do Fusca hoje, acho que o que chegou mais perto (e mesmo assim não tanto assim) foi o (Uno) Mille.

      Excluir
    4. Exato. O problema é que hoje a filosofia das montadoras não é mais produzir carros que aguentem o tranco, infelizmente...

      Excluir
    5. Principalmente levando ao pé da letra....kkkk

      Excluir
    6. O carro foi reprovado no teste de impacto lateral, amassou que nem latinha de cerveja.

      Excluir
    7. Tanto que já teve gente pedindo a GM que ele saísse de linha.

      Excluir
    8. Mas tá bom que a GM vai fazer isso, é o carro mais vendido no Brasil atualmente...

      Excluir
    9. Para países como o nosso as montadoras nem esquentam com a qualidade dos carros, então vai ficar sendo vendido por muito tempo ainda...

      Excluir
    10. Com certeza, o povo critica carros como o Etios porque é "feio", mas em compensação foi um dos mais seguros no crash test e sem contar que a Toyota desde 2012 vem melhorando ele.

      Excluir
    11. Sim. Muitos japoneses ainda continuam sendo carros excelentes. O Etios mesmo é um modelo bastante acertado. Eu andei uma vez em um e gostei bastante.

      Excluir
    12. Eu posso garantir que quem compra um, não se arrepende.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!