domingo, 28 de maio de 2017

Fusca 1966 do Marcos: Um clássico cheio de capricho

Eu sempre costumo dizer aqui que adoro escrever posts dos carros das pessoas, sejam eles fotografados por mim ou por seus proprietários. Se a oportunidade de fotografar carros de amigos e postá-los estivesse comigo todos os dias, sem dúvidas a cada novo amanhecer haveria um belo Fusquinha ou derivado sendo mostrado aqui. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
Para este domingo de tempo bastante agradável no interior do estado de São Paulo eu tinha um objetivo de post: Mostrar uma seleção de fotos muito bacanas que estava fazendo com vários VW a ar do exterior com um acessório em comum. Mas na nossa vida sempre aparecem oportunidades para que possamos aperfeiçoar as nossas coisas, beste caso, os conteúdos postados assim. O carro que vocês verão hoje estava praticamente na minha porta e eu não pude deixar de registrá-lo para que vocês também pudessem ver essa beldade.
Na manhã de hoje meu pai e eu tínhamos um objetivo: Logo cedinho nós iríamos a uma Missa em uma Igreja próxima de casa que até então nós nunca tínhamos ido. Pois bem, lá fomos nós e, após o compromisso religioso, voltamos para casa muito contentes. No caminho de volta, eu resolvi mudar a rota para fugir da rotina e dar um breve passeio. No entanto, a surpresa estava no momento que eu chegasse em casa.
Esse belíssimo Fusca 1966 que vocês veem ao final das fotos é do Marcos. Eu tive o prazer de conhecê-lo e também de ver esse Fusquinha pela primeira vez no momento que o fotografei. Eu, quando estacionei o carro na porta de casa logo ouvi um comentário de meu pai "Filho, olha o Fusquinha lá na frente!" e, ao olhar o carrinho, dirigi por mais alguns metros para abordar o dono. O Marcos, proprietário do Fusca, é alguém muito próximo do Júnior, meu vizinho que até então eu não conhecia e que, confesso, queria muito saber quem era, visto que em sua garagem sempre está um Fusca Itamar e uma Kombi Clipper estacionados (carros que, se tudo der certo, vocês conhecerão em breve). O proprietário desse belo Fusquinha azul atlântico é de Boituva, cidade vizinha a Sorocaba e hoje estava por aqui a passeio. Este carro foi comprado pelo Marcos há pouco tempo, ele era de um conhecido que rodava pouco e que o vendeu por um preço bastante justo. Após a compra, ele já fez algumas manutenções no carro e algumas outras estão em via de ser feitas. Ele estava com os seus filhos que aparecem timidamente na primeira foto no banco atrás do Fusca. Olhando essa foto com atenção percebe-se que, ainda que totalmente sem querer, é traçado um belíssimo paralelo com a realidade de décadas passadas, onde as famílias tinham o Fusca como carro da família e, por muitas vezes, as crianças andavam no "chiqueirinho".
Este exemplar em especial trata-se de um 1966 segunda série, modelo que já traz algumas características dos modelos posteriores, como as rodas com "janelinhas", o vidro traseiro um pouco maior (modificação que se estendeu até o final da produção do carrinho) e outros detalhes. Algo que eu simplesmente adoro e tive o prestígio de fotografar foi o motor: Este clássico ainda conserva o motor 1200cc de 36cv original (que foi totalmente retificado pouco antes da aquisição do Marcos) com várias características originais, como o carburador 28 PCI (original do 1200) e o distribuidor com corpo em ferro fundido, original nos 1200 e aplicado em outros VW a ar da década de 70. A tapeçaria segue o padrão claro, como em qualquer Fusca de 1966 para baixo com um ponto bem bacana: O tecido utilizado no centro dos bancos é diferenciado e esquenta bem menos que o couro ou o courino, tecidos geralmente aplicados em carros restaurados.
É um carro cheio de bons detalhes e que está em constante evolução. Com certeza nós veremos esse Fusquinha por mais vezes aqui.
Veja:








Quero agradecer ao Marcos, proprietário do carro e ao Júnior, meu vizinho também apaixonado por VW a ar pela excelente receptividade e prestatividade neste primeiro contato!
Quer ver seu carro aqui no blog? Me mande um e-mail.

12 comentários:

  1. Oh filho Amado!!! Como bem.disse, voltávamos de um "compromisso" que na verdade nem é compromisso, é um encontro semanal que fazemos com muita Fé...O resultado não pode ser diferente... É uma surpresa maravilhosa seguida de outra...A de hoje de fato realmente foi incrivelmente legal...Estreitarmos nosso relacionamento com nossos vizinhos e ainda com algo muito em comum...De fato o Fusquinha do Marcos está uma graça, muito bom gosto e zelo pelo carrão...Parabéns aos nossos vizinhos Marcos é Júnior, ambos muito sociáveis e simpáticos...E a você também pela sempre alegria que reflete em seus olhos ao deparar com.um.novo Fusquinha e poder fazer fotos e interagir com.os felizes proprietários... Abração meu Filhão...Abraços aos amigos que curtem o Fusquinha, em.especial hoje aos nossos vizinhos super bacanas Marcos é Júnior... Valeu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvidas! Depois de uma manhã maravilhosa, o final não deveria ser diferente!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Cara, ele está muito íntegro. Posso lhe dizer isso pois vi vários detalhes que infelizmente não fotografei. Pelo projeto do Marcos, esse carro vai ficar excepcional com os cuidados que ele está dando ao besouro. Eu que adoro esses modelos dos anos 60 sou suspeito para falar....kkkk

      Excluir
    2. Realmente o dono cuidou muito bem dele, o Fusca caiu nas mãos certas.

      Excluir
    3. Eu estou em busca da mesma sorte...kkkkk

      Excluir
    4. Até se encontram Fuscas assim, o problema é o preço.

      Excluir
    5. Exato. Eu estou procurando um bom de lataria, visto que o resto a gente resolve...

      Excluir
    6. Em breve, mais um post aqui no blog, hehehehehehe.

      Excluir
    7. Se tudo der certo (e ao que me parece está tudo no jeito) um Fusquinha aparecerá aqui muitas e muitas vezes. Ontem mesmo eu fui atrás do carrinho e tive êxito. Vai que...

      Excluir
    8. Vai ser uma das maiores loucuras que já fiz na vida, mas acho que vale a pena...hhahaa

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!