quinta-feira, 30 de março de 2017

Putz, bateu!

Nem sempre é possível nós trazermos notícias totalmente boas por aqui, mas acredito que o post de hoje vale apenas como um registro do que aconteceu. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir ficam a aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, também há um botão a sua direita para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde vem muitas novidades por aí num futuro muito breve. Clicando nesses botões e dando essa forcinha você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo fantástico universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
Quando eu vi essa manchete no Facebook logo me peguei pensando se eu realmente estava lendo algo desse tipo em pleno 2017. Muitas vezes o acaso proporciona alguns momentos que não nos parecem reais, mas eles simplesmente ocorrem e, após uma prova disso, conseguimos acreditar.
Se nós voltássemos ao século passado, lá para os anos 70 ou 80 principalmente, a cena a ser mostrada hoje seria absurdamente comum: Uma batida de trânsito entre dois Volkswagen. Isso ainda existe nos dias de hoje, mas geralmente com um Gol, Fox, Polo, Up ou qualquer outro modelo. Nas décadas passadas, muitos Fuscas, Brasílias, Kombis e outros modelos refrigerados a ar acabaram sofrendo alguns impactos pelas ruas de nosso Brasil. Muito provavelmente você pode ver uma possibilidade muito pequena de dois clássicos se chocarem nos dias de hoje, mas saiba: Ela existe.
A notícia que vocês veem ao final do post veio lá do Portal G1, mas eu a princípio tinha lido uma notícia do fato publicada no Jornal Cruzeiro do Sul, aqui de Sorocaba. Na manhã dessa quarta feira (mais conhecida como "ontem")  uma pessoa que conduzia uma Brasília perdeu o controle da direção do veículo, foi parar no sentido contrário da avenina que circulava e pasmem: Bateu de frente com um Fusca. A região da batida realmente é um pouco complicada, pois além do alto movimento, as duas faixas são ligeiramente estreitas e eu mesmo já tomei algumas fechadas ali por várias vezes.
Com certeza esses dois carros com poucos trabalhos de funilaria conseguem voltar as ruas, mas realmente é uma pena que esse tipo de coisa aconteça com qualquer pessoa e qualquer carro.
Felizmente ninguém se feriu gravemente e o socorro chegou rápido. Por uma infeliz coincidência, outros acidentes ocorreram na mesma data e um ônibus incendiou.
Veja:


Acidente entre dois carros complica o trânsito na Avenida Dom Aguirre


Veículo invadiu a pista sentido Centro e bateu de frente em outro carro. Trânsito ficou lento na manhã desta quarta-feira (29), em Sorocaba (SP).


Carro foi parar na pista contrária no sentido Centro da avenida Dom Aguirre, em Sorocaba (Foto: Ronaldo Ruiz/TEM VOCÊ)

Um acidente entre dois carros na avenida Dom Aguirre, em Sorocaba (SP),
complicou o trânsito na manhã desta quarta-feira (29). A batida frontal
aconteceu por volta das 8h50 na pista sentido Centro, na altura da ponte
Francisco Delloso. A pista foi liberada e o trânsito normalizado às 10h15, segundo a Urbes.
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, um carro invadiu a pista
contrária e bateu de frente em outro veículo. Ninguém ficou ferido gravemente
e quando o resgate chegou ao local, ainda segundo os bombeiros,
os motoristas já estavam fora dos veículos.
O atendimento foi prestado por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de
 Urgência (Samu) que seguia para outra ocorrência e de deparou com o acidente.
 Apenas um dos motoristas teve ferimentos na cabeça e foi levado ao Pronto-Socorro
de um hospital particular. Segundo informações da Urbes, que gerencia o trânsito
na cidade, o congestionamento na marginal do rio Sorocaba chegou até a base
dos bombeiros, no bairro Santa Rosália.
Fonte: Clique aqui!

2 comentários:

  1. Se ai em Sorocaba isso é inusitado, imagine aqui na capital... aqui seria motivo de curiosidade total.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem vindo!