domingo, 2 de abril de 2017

A amizade e a simplicidade unidas por meio do antigomobilismo

Depois de um post voltado ao dia da mentira, hoje é dia de retratar uma das maiores verdades que circundam o fantástico mundo do antigomobilismo por meio de uma contribuição especial. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Além disso, a sua direita também existe um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde aparecerão muitas novidades em um futuro próximo para se juntar ao pequeno conteúdo que lá existe. Clicando nesses botões, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração ao incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
Existem muitas coisas que sempre passam pela minha cabeça antes de começar a escrever um post aqui. Algo que eu sempre penso antes de clicar no botão "criar postagem" é se o conteúdo a ser mostrado traz algo de novo ou que possa agradar a todos os antigomobilistas das mais diversas preferências. Além disso, algo que eu também levo em consideração é o sentimento que alguém teve ao me enviar uma contribuição, por exemplo, o que me motiva a escrever algumas dezenas de linhas diariamente aqui para vocês como uma forma de transmitir os bons pensamentos por meio da internet.
Quem acessa o blog há mais tempo sabe que existem algumas pessoas que estão sempre contribuindo com os conteúdos. Uma das pessoas que mais contribuem aqui, como vocês sabem, é meu pai que sempre fotografa carros que ele vê para que integrem posts aqui. Mas a contribuição de hoje é diferente, pois seus autores também são da família e me deixam muito contentes por se lembrarem de mim ao passarem por esse evento.
As fotos que vocês veem ao final do post me foram mandadas pela minha Tia Fátima (que eu carinhosamente chamo de Madame) e pelo Jair, seu namorado. Eles, em um passeio pela cidade de Carlópolis/PR se depararam com esse pequeno mas bastante interessante encontro de antigos e tiraram essas breves (e interessantes) fotos para que eu pudesse postar aqui. Como vocês podem notar, esse encontro tem algo que pode encantar mais do que o número de antigos que o compõe, mas sim pela disposição dos donos e pelo sentimento de união que faz com que um encontro desse seja possível e várias pessoas possam admirar a qualidade de carros que alegram o nosso presente em virtude de fazer parte do passado. Nas fotos, vocês podem notar que a maioria dos clássicos são VW a ar e, a maior parcela, de carros produzidos na década de 70. Aí está mais uma prova de que a época em que mais Fusquinhas foram vendidos também marca uma grande presença nos encontros.
Quero agradecer tanto a minha Tia Fátima como ao Jair (que é gente boníssima) pela contribuição!
Veja:





6 comentários:

  1. Normalmente no Sul do país é onde ocorrem os melhores encontros de antigos, principalmente de Fuscas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aliás, aí está um evento que eu tenho muita vontade de ir, mas o meu tempo tem sido muito curto de uns anos pra cá.

      Excluir
    2. Sim, enquanto se está na faculdade, sobra pouco tempo para outras coisas.

      Excluir
    3. Exatamente. Até para colocar um post novo todo dia aqui não tem sido fácil...hahah

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!