sexta-feira, 11 de agosto de 2017

É dia de Karmann Ghia "Razor"

Durante esse tempo de existência do blog eu nunca tive a oportunidade de falar um pouco do mínimo que sei sobre esse carro. É um VW a ar bastante raro em todo o planeta, de certa forma, e aqui no Brasil eu só tive o prazer de ver uma unidade pessoalmente. Por esse motivo, trago a vocês uma seleção maravilhosa de fotos que mostram esse modelo tão raro nos mais diversos estilos e partes do mundo. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar. 
Mostrar carros exóticos aqui no blog é sempre muito bacana. Por mais que a grande maioria dos carros montados com o conjunto mecânico Volkswagen refrigerado a ar seja bastante popular, essa linha que nós tanto admiramos também tem seus modelos raros. Alguns deles são raros apenas pelo fato de não ter muitas unidades produzidas, e outros tornaram-se raros com o passar dos anos. O modelo a ser mostrado hoje se enquadra na primeira opção, o que o torna ainda mais importante para o antigomobilismo mundial.
As fotos que vocês veem ao final do post foram salvas por mim essa semana. Eu fiz uma breve pesquisa no Google e selecionei 40 fotos de centenas que vi mostrando o Karmann Ghia Razor Edge. O Razor Edge (traduzindo ao pé da letra "fio de navalha") foi um Karmann Ghia comercializado no exterior de 1961 a 1969, e que recebeu motores 1500 e 1600 durante esse tempo. O Type 34, como também é conhecido, é um veículo montado sob a plataforma dos Type 3 da VW (que originaram a Variant e sua linha aqui no Brasil) e se destacou em relação ao clássico Karmann Ghia por ter um maior espaço interno e maiores dimensões. Ainda que muita gente pense o contrário, eu acho esse carro muito bonito. Nas fotos, vocês podem ver que existem modelos conversíveis, mas só foram produzidas 15 unidades nessa configuração. Creio eu que nenhuma esteja no Brasil.
O único exemplar deste carro que eu vi ao vivo foi no evento Garagem das Carangas, aqui em Sorocaba no Dia Nacional do Fusca, no início deste ano. Naquela ocasião, eu fotografei o carro e ele aparece em duas ou três imagens do evento.
As imagens são lindas, vale a pena curtir. Aprecie sem moderação. Há muita literatura acerca desse carro na internet, é uma pesquisa muito legal de se fazer!
Veja:









































8 comentários:

  1. Se esse Karmann Ghia Razor já é raro, imagina o Razor conversível, esse deve ser mosca branca de olho azul dando um duplo mortal carpado ao contrário e dançando "despacito".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ri alto da parte do Despacito...hehehehe
      Cara, creio eu que nenhum exemplar conversível esteja por aqui.

      Excluir
    2. Eu também nunca vi um Razor conversível por aqui e se eu não me engano, me lembro uma vez de ter visto um Razor automático rodando aqui perto de casa.

      Excluir
    3. Provavelmente existam sim alguns Razor automáticos por aqui, visto que naquela época a VW produziu vários modelos com câmbio automático, inclusive ele.

      Excluir
    4. Inclusive eu tenho uma antiga revista Oficina Mecânica onde um caboclo pegou esse câmbio automático do Razor e adaptou no Fusca da década de 60 dele.

      Excluir
    5. Caraca, essa eu nunca tinha visto. Ainda que a maioria das coisas se encaixe com facilidade, colocar para funcionar não deve ser tão simples...hehehe

      Excluir
  2. Pelo que eu me lembro, a adaptação da caixa automática do Razor no Fusca não foi tão simples pois faltou espaço no Fusca para a mesma ai parece que ele teve que alargar o espaço para fazer caber.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, a questão do tamanho pode de fato influenciar. Fora isso, creio que a fixação da caixa seja a mesma, se bem que nunca vi uma caixa automática dessas, tenho até curiosidade.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!